tendedero Tag

BLOGME TENDAL DXVI: Luto

De luto por uma soedade não querida. Nem um pantalón, nem um calcetín, nem uma prenda íntima que me faça companhia. Ser tão delicada não é bom. De luto pela falta de companhia...

BLOGME TENDAL DXIII: Que seja feliz, senhora.

Não me custa nada imaginá-la sentada, assim ligeira de roupa pela calor abafante; com os dedos das mãos entrelazados, sem tevê, sem rádio; num silêncio rebentado pelo estrondo dos pensamentos, enquanto os olhos, dirigidos à janela atrás da que está o estendal, miram um...